O Papel de Parede Amarelo

Translation missing: pt-PT.products.product.price.regular_price €12,40
Translation missing: pt-PT.products.product.price.sale_price €12,40 Translation missing: pt-PT.products.product.price.regular_price
IVA incluído
Sinopse

Conto publicado no final do século XIX, O Papel de Parede Amarelo retrata a história semiautobiográfica de uma jovem mulher deprimida, recentemente mãe. O marido, John, por sinal médico, demonstra grande incapacidade para enten- der o que se passa com ela, em larga medida ele próprio preso nos perímetros culturais da época.

Na esperança de poder ajudá-la, John muda-se temporariamente com a mulher para uma outra casa, bonita, campestre, onde tentará recuperar a paciente com ar puro e repouso de qualquer tipo de trabalho. A mulher, sentindo-se presa, sem opções para a sua imaginação e criatividade — ademais num quarto com uma decoração que a incomoda — vai ficando cada vez mais longe da cura, cada vez mais perto da loucura.

Narrado na primeira pessoa, O Papel de Parede Amarelo é um dos mais importantes textos da literatura feminista americana, e global, entrando aprofundadamente nos sinuosos caminhos das perturbações mentais provocadas a mulheres que, afinal, são apenas impedidas de ser o que são.

Detalhes

Chancela: Cultura

Tradução: Joana Ribeiro

Edição:

Dimensões: 150 x 230 x 5 mm

Encadernação: capa mole

Páginas: 56

Sobre o Envio
  • A realização da encomenda não garante a mesma. As encomendas apenas são processadas após a receção do pagamento;
  • Encomendas pagas até às 12h00 são processadas no próprio dia. Após essa hora serão processadas no dia útil seguinte;
  • Os prazos indicados no nosso site são para o envio e não para a receção da encomenda;
  • As pré-vendas apenas são enviadas no dia da publicação do livro. Se a tua encomenda incluir um ou mais livros em pré-venda, a mesma só será expedida quando todos os livros estiverem disponíveis, ou seja, na data de lançamento do último livro a sair.
Opiniões

Opiniões dos leitores

Sem opiniões Escrever uma opinião